Investigadores da Oregon State University, da University of Washington e da University of Oregon, nos Estados Unidos, uniram forças para estudar como a vida sexual impacta no seu desempenho no trabalho.Por duas semanas, os cientistas pediram a 159 casais, dos quais ambos tinham um emprego fixo, para completar três pesquisas online por dia – uma de manhã, outra no meio da jornada de trabalho, e outra antes de ir dormir.

Peça aki seu cartão de créditos sem anuidades acesse: https://topcartoes.com/banco-next-cartoes-de-credito/

Esses questionários avaliaram a frequência com que os indivíduos tinham relações sexuais, o grau de bem-estar, quão satisfeitos e envolvidos se sentiram no trabalho naquele dia, e quão empenhados estavam com os seus parceiros quando chegaram em casa.De acordo com as descobertas publicadas no Journal of Management, os casais que priorizaram o sexo durante a semana tiveram um melhor desempenho no trabalho. Aqueles que admitiram fazer mais sexo também afirmaram ter um humor mais positivo de manhã e mais satisfação e empenho no emprego, mesmo depois dos investigadores terem deixado de lado a satisfação geral com o casamento e a qualidade do sono. O efeito foi igualmente forte para homens e mulheres.A nível biológico, os efeitos são bastante simples. O sexo impulsiona a liberação de todas os hormônios do bem-estar, incluindo dopamina e oxitocina, que aumentam os níveis de prazer e a ligação social. Esse aumento de humor natural acarreta benefícios elevados para que se sinta bem na manhã seguinte, de acordo com os investigadores. Em outras palavras, fazer sexo pode ajudá-lo a ser mais feliz – especialmente no trabalho.Os cientistas sublinham ainda que os benefícios duram 24 horas, o que significa que ter relações no dia anterior a uma grande apresentação de trabalho ou avaliação pode lhe dar alguma vantagem.

FonteNotícias ao Minuto –