O Ibovespa renovou máxima nesta quinta-feira (26) e, depois de superar os 116 mil pontos logo no começo do pregão, acelerou os ganhos e bateu até mesmo os 117 mil pontos. Animou os investidores as perspectivas de aquecimento da economia brasileira em 2020 e de aumento no rating soberano do País nos próximos meses.

As expectativas são embasadas nos dados positivos que foram divulgados recentemente. No início de dezembro, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro do terceiro trimestre cresceu 0,6%, acima dos 0,4% esperados pelos economistas. Já no dia 19 de dezembro, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelou a criação de 99.232 vagas em novembro, mais que o dobro do esperado pelo mercado (47.250 empregos).

Uma outra parte do otimismo vem do dia positivo nos mercados internacionais. Os Estados Unidos e a China estão perto de assinar o acordo comercial que foi redigido no começo do mês entre as duas superpotências, o que levou o Nasdaq a fechar acima dos 9 mil pontos pela primeira vez na história.