O homem de 28 anos esfaqueado nas costas na madrugada de domingo (16) passou por uma cirurgia na noite desta segunda-feira (17) para retirada do objeto que estava cravado no corpo. O procedimento foi feito por médicos do Hospital da Região Leste (HRL), no Paranoá, e ocorreu 44 horas após o paciente dar entrada na emergência da rede pública de saúde do Distrito Federal.

A cirurgia terminou por volta de 0h30 desta terça-feira (18). O homem, que preferiu não se identificar, permanece na UTI sem previsão de quando vai receber alta hospitalar.

Ainda no domingo (16), por volta de 1h30, o rapaz esfaqueado deu entrada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Na unidade, exames constataram que a faca, com uma lâmina de 4 centímetros, estava localizada perto da medula óssea da vítima e, por isso, precisava ser retirada por um neurocirurgião.

Como no HRT não havia nenhum especialista nessa área, o homem teve que ser transferido para o hospital do Paranoá, onde se recupera.

De acordo com familiares do paciente, “ele está bem, se recuperando no quarto”. A mulher dele, que preferiu não se identificar por medo de ameaças, disse à reportagem o companheiro só foi operado depois que a reportagem mostrou a situação em que ele se encontrava no HRT.

Apesar da demora no atendimento, a mulher afirmou que “o médico foi ótimo e conseguiu fazer tudo sem deixar sequelas”. O procedimento foi realizado por uma equipe de nove profissionais. Veja abaixo:

Dois anestesistas
Dois cirurgiões de coluna
Uma enfermeira
Dois técnicos de enfermagem
Um técnico de radiologia
Um cirurgião estava de sobreaviso caso a faca perfurasse o pulmão
Homem com faca nas costas aguarda por cirurgia

Lâmina de 4 cm nas costas
Um vídeo gravado por uma acompanhante mostra que o homem aguardava o atendimento no HRT apenas com um curativo no ferimento.

“Ele ficou de bruços desde a hora que chegou no hospital. Ele não podia se mexer, ele não podia se alimentar direito.”

Segundo a família, o cabo da faca quebrou, mas o exame de imagem mostrou a lâmina de 4 centímetros dentro do corpo do rapaz.

“Deram todo medicamento pra que ele não sentisse dor e passaram a antitetânica. Mas, por enquanto, ele só tá no medicamento”, disse a acompanhante.

Briga em bar
Segundo familiares, o homem foi esfaqueado na fila do banheiro masculino, em um bar no Recanto das Emas.

Parentes da vítima disseram ainda que ele foi atingido depois que começou a reclamar da demora. Neste momento, dois homens que estavam no local o acertaram com golpes de faca.

Com Clickpb