Aposentado e rodando o mundo fazendo aparições em eventos, Ronaldinho Gaúcho foi detido, na noite desta quarta-feira (4), no Paraguai, com um passaporte falso. A informação é do site Diário de la Nación.

De acordo com a publicação, o Ministério do Interior do Paraguai encontrou o documento na suíte do hotel onde o ex-camisa 10 da Seleção Brasileira estava hospedado. Ronaldinho chegou ao país para o lançamento de um programa social organizado pela Fundação Fraternidade Angelical.

Em 2018, Ronaldinho e seu irmão, Assis, tiveram os passaportes apreendidos após decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Os dois tinham sido condenados a pagar indenização de R$ 8,5 milhões por danos causados em área de preservação em Porto Alegre.