Um atleta, que já foi campeão sul-americano de levantamento de peso, está internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) depois de contrair o coronavírus. Ricardo Xavier de Souza, 41, o Gigante, tem 1,85 de altura e 127 quilos, e agora luta para superar a covid-19. Apesar do histórico de atleta, que já levantou 250 kg, Gigante tem problemas com a pressão e toma medicamento controlado, segundo a mulher, Alexandra Souza, o que o coloca no grupo de risco da doença. “Ele é naturalmente forte, nunca usou anabolizante, morre de medo de agulha. Nasceu com esse corpo, e sempre treinou muito”, diz.

O casal mora em São Vicente, no litoral de São Paulo. Alexandra conta que os primeiros sintomas apareceram em 27 de março. “Ele teve febre e dor de cabeça, mas não foi nada mais sério. A maior reclamação era dor pelo corpo”, explica. A situação piorou e, no dia 29 de março, Gigante foi até o Hospital Ana Costa, na Praia Grande. Fez exames de raio-x e de sangue, que nada detectaram. Ele foi medicado e liberado para voltar para casa. O quadro, entretanto, piorou muito rapidamente. Em menos de uma semana, Gigante voltou outras duas vezes ao hospital. Em 6 de abril, a falta de ar chegou a um ponto insuportável. “Ele dizia que parecia que estava se afogando, debaixo d’água, sem conseguir pra casa, tive que ser levada por amigos”, conta mulher.

UOL