A fala de Ciro foi vista com bons olhos pela ala bolsonarista.

O ex-ministro Ciro Gomes fez uma defesa de Jair Bolsonaro e criticou Sérgio Moro ao comentar as recentes declarações do ex-ministro da Justiça sobre conversas particulares com o ocupante do Planalto, em indicações para cargos de chefia na Polícia Federal.
“Eu não acho que francamente o Bolsonaro tenha dito ao Moro mais do que é razoável um presidente dizer ‘olha eu estou incomodado, esse negócio desse cara da Polícia Federal não está examinando isso, não tá examinando aquilo’. Isso daí, na minha opinião, depõe contra o Moro, porque o cara ser ministro de um presidente da República e devassar conversas que o presidente teve em uma relação de confiança com ele não é demonstração de caráter”, defende Ciro em entrevista concedida a canal My News.
Ele acrescenta: “[Moro] disse que há lealdades maiores e quem julga essas lealdades? Isso é antigo, isso é funcional. Qualquer país do mundo que valorize decência, ética… veja, as coisas que eu sei do Lula em confiança vão morrer comigo”.
A fala de Ciro foi vista com bons olhos pela ala bolsonarista. Em suas redes sociais, o deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) compartilhou um trecho da entrevista de Ciro. “Inimigos têm mais honra que traidores”, diz ele.
Do Brasil 247