Banco Santander investi bônus de US$ 20 milhões na blockchain de moeda digital

O Santander desenvolveu um token para representar uma emissão de dívida no valor de US$ 20 milhões. A empresa usou uma série de tokens do ERC-20 que constituem dinheiro para liquidar o título. O Santander Security Services manterá a custódia das chaves criptográficas do título e do dinheiro tokenizado, de acordo com informação publicada pelo próprio Santander em seu site.

A transação foi feita para um dos tipos mais básicos de títulos e será baseado na blockchain Ethereum até o vencimento, que está definido para daqui a um ano. Ele também terá um cupom trimestral a uma taxa padrão de 1,98%, segundo Antonio Torio, chefe de financiamento do Santander. Todo o projeto foi desenvolvido com a Nivaura, uma fintech londrina.

O Santander já vem inovando no setor bancário utilizando-se da infraestrutura da RippleNet, com uso do seu aplicativo OnePay FX, permitindo transferências internacionais em euros e dólares. A funcionalidade do aplicativo foi possível devido à parceria do banco com a Ripple.

O aplicativo permitirá transferências internacionais no mesmo dia sem taxas usando as taxas de câmbio mais recentes. Atualmente, ele só está disponível em versões recentes dos dispositivos da Apple e exigirá um cartão de débito Santander com o Apple Pay. 

Comentários