Desesperado e com uma filha pasando fome, ele vendia canetas até que um estranho tirou uma foto de sua filha e descobriu isto

Símonarson atreveu a fotografar -los , em seguida, subiu a imagem para a sua rede social com o nome “vendedor anônimo”, convidando as pessoas a compartilhar, a fim de toá-lo viral: procurado para sensibilizar o mundo sobre a situação prevalecente naqueles lugares

A fotografia se espalhou rapidamente, foi compartilhada pelas redes sociais,e passando por joais e outras mídias.Depois da repercussão foi dada à tarefa de buscar o homem, graças à ajuda de joalistas locais, eles conseguiram localizá-lo.

Inicia-se a campanha de ajuda

Simonarson abriu uma conta no Twitter através do site Indiegogo com a intenção de levantar fundos e ajudar Abdul e sua filha: o objetivo era arrecadar US $ 5.000(cerca de 20 mil reais) em 15 dias. No entanto, em 30 minutos a meta havia sido atingida e após 22 horas havia chegado a 752 mil reais e a quantia continua subindo.

Comentários