Filho de Bolsonaro cotado para ser embaixador republica vídeo chamando Macron de idiota

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou um tuíte na noite desta quinta-feira (22). A mensagem diz: “Recado para [o presidente francês Emmanuel Macron” e traz um vídeo com o título “Macron é um idiota”.

LEIA:

Banco Original libera cartão de crédito com alto valor para novos cadastrados

Filho de Bolsonaro cotado para ser embaixador republica vídeo chamando Macron de idiota

O vídeo foi publicado pelo youtuber Bernardo Kuster em 3 de dezembro de 2018 e fala do movimento dos ‘coletes amarelos’. Durante várias semanas, ativistas foram às ruas na França para protestar contra o aumento do custo de vida e algumas políticas do governo francês. Diversos atos terminaram em confronto.

Após os protestos, Macron anunciou iniciativas como cortes de impostos. Os atos perderam força nos últimos meses, mas ainda são realizados de forma esporádica, comono feriado da Queda da Bastilha, em julho.

Bancos fornecem cartões de créditos para negativados

Banco Original libera cartão de crédito com alto valor para novos cadastrados

Na publicação, Kuster diz que os manifestantes criticam o presidente francês por ele “ser tão entregue à força de outros países e a acordos internacionais, metendo o bedelho e sendo tão politicamente correto internacionalmente”.

O vídeo também ataca Macron por “atender demandas internacionais e deixar sua população de lado” e afirma que a chegada de imigrantes pobres irá “aumentar a violência e a sujeira”.

Eduardo foi apontado por seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada do Brasil em Washington. No entanto, a indicação ainda não foi oficializada e depende de aprovação do Senado brasileiro.

Nesta quinta-feira (22), o presidente francês convocou, por meio das redes sociais, os países membros do G7 a discutirem a série de queimadas que atingem floresta amazônica e classificou os incêndios criminosos como uma crise internacional.

O Palácio do Planalto tem minimizado o chamado de Macron e o classificado como uma “ameaça sem sentido”.

“O Macron não tem conhecimento do que está passando aqui, né. E essa questão das queimadas ocorrem em todo o período seco. Normalmente, ocorrem junto das cidades, junto de Manaus, Porto Velho, Rio Branco. Áreas meio degradadas”, disse à Folha, o vice-presidente Hamilton Mourão.

O presidente Bolsonaro (PSL) assinou na noite desta quinta-feira (22) um despacho que determina que toda a equipe ministerial adote medidas de combate à série de queimadas na floresta amazônica. ​

A França é um dos principais focos de resistência ao tratado comercial entre União Europeia e Mercosul. O acerto foi fechado entre autoridades dos dois blocos em junho, mas depende de aprovação nos Parlamentos nacionais.

O aumento nos índices de desmatamento no Brasil é apontado por opositores europeus como razão para que o acordo comercial não seja levado adiante.

Da FSP

Comentários