Governador de São Paulo procura se afastar de Bolsonaro visando eleições de 2022 para disputar presidência

Mais um que não fica do lado dos trabalhadores, e quer enganar a população

O plano é repetir a estratégia vitoriosa de Fernando Henrique Cardoso em 1994, quando o PSDB fez aliança com o PFL – hoje, Democratas. Kennedy Alencar comenta o cenário: ‘João Doria tenta se mostrar como o nome de centro-direta mais preparado politicamente para conduzir os rumos do país’.

Comentários