Líder do MST diz que está difícil ocupar terras no governo Bolsonaro

Líder do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), o economista João Pedro Stédile afirmou que o grupo deve realizar menos ocupações de terras durante o governo Jair Bolsonaro. Stédile explicou, em entrevista ao site Poder 360, que a mobilização deve ser menor porque as chances de se atingir o objetivo também são mais baixas.

Comentários