Vasco ainda não sabe se contará com Talles Magno contra o Flamengo

No cabo de guerra entre Vasco e CBF, Talles Magno vive dias de indefinição às vésperas do duelo com o Flamengo, sábado, em Brasília. A princípio, o xodó está fora. Convocado pela seleção sub-17 para os amistosos contra o Chile, amanhã e sábado, em Goiânia, o atacante, que perderia o clássico, não foi liberado pelo Vasco e segue no Rio, treinado. Como a CBF ignorou o apelo e tampouco o desconvocou, o impasse segue sem solução.

Foto: Talles magno em treino pelo Vasco da Gama


Ciente do risco de punição, o Vasco não pretende escalar o atacante na ‘marra’. Além de perder os possíveis pontos conquistados no clássico e mais três, pela escalação irregular, o clube poderia ser multado, entre R$ 100 e R$ 100 mil, por ‘não atender à requisição ou convocação’.

“Ele está convocado, logo sem condição de jogo. Mesmo que consiga uma liminar no STJD, existe o risco de no julgamento de mérito derrubá-la e alcançar os jogos que ele participou”, disse aos ‘Uol’, Felipe Bevilacqua, procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Athletico-PR e Santos enfrentaram o mesmo drama com Renan Lodi e Rodrygo, respectivamente. Convocados pela Seleção olímpica para o Torneio de Toulon, eles não foram liberados pelos clubes, mas também não foram escalados nas duas últimas rodadas do Brasileiro antes da pausa para a Copa América.


A recusa da CBF em liberar Talles foi encarada como falta de sensibilidade pelo Vasco, tendo em vista os desfalques de Marrony e Rossi e a recente reaproximação da entidade. O Vasco cedeu São Januário para dois amistosos das Seleções sub-15 e 17, em julho.
O presidente da CBF, Rogério Caboclo, visitou o clube e posou ao lado do mandatário cruzmaltino, Alexandre Campello. Hoje, a reconstrução da relação voltou a estaca zero.

Comentários