Pular para o conteúdo
Início » Saiba o início e a escolha do nome da “Banda Calcinha Preta” a mais romântica do forró, veja

Saiba o início e a escolha do nome da “Banda Calcinha Preta” a mais romântica do forró, veja

Saiba o início e a escolha do nome da “Banda Calcinha Preta” a mais romântica do forró.

A banda é conhecida pelo seu característico forró romântico, pelos shows super produzidos, figurinos arrojados e pelas inúmeras formações que teve ao longo de sua história.

1993-1995: O início e a escolha do nome

Em 1993, é fundada uma banda de baile chamada “Santa Rosa”,a banda era comandada por Ulisses Andrade, primo de Gilton Andrade, que dois anos mais tarde formaria a banda Calcinha Preta.

O nome da banda foi escolhido em uma pesquisa com vários nomes incluindo “Calcinha Preta” onde muitas pessoas o aprovaram. Assim, a banda grava seu primeiro álbum em 1995. Seus vocalistas eram Sidney Chuchu e Luciana Linhares

1998-2000: Com a chegada de Daniel Diau, a banda ganha projeção nacional

Em 1998, a banda grava o seu quarto álbum, sendo o primeiro com a participação de Daniel Diau , emplacando os sucessos “Desilusão”“Saudade”“É Seu Amor Que Eu Quero” e “Jura Que Me Ama”. Foi através deste álbum que a banda ficou conhecida em todo Brasil. No mesmo ano, Sidney e Alexandre deixam a banda.

2001-2007: O Auge

2001: A chegada de Berg Rabelo
2002: “E O Vento Levou”
2003: Gravação primeiro DVD
2004: Saída de Berg Rabelo e Entrada de Marlus
2005: Saída de Marlus, gravação do segundo DVD
2007: Gravação do terceiro DVD
2008-2018: Com a saída de Daniel Diau ocorrem diversas mudanças nos vocais da banda
2008: Saída de Daniel Diau e a entrada de Bell Oliver
2009: Tema de novela, Melhores do Ano, Troféu Imprensa e Prêmio Extra de Televisão
2009: Tema de novela, Melhores do Ano, Troféu Imprensa e Prêmio Extra de Televisão
2011-2013: Nova reformulação no quadro de vocalistas, single “Faço Chover”
2014-2015: Retorno de Marlus, Paulinha e Bel
2016: Novo tema de novela e a saída de Marlus, Silvânia e Paulinha
2018: O retorno de Daniel, Silvânia, Paulinha e a saída de Ana Gouveia

A Calcinha Preta foi uma das primeiras bandas de forró eletrônico a colocar em destaque as Guitarras elétricas em detrimento do saxofone, rompendo com a linhagem estilística do forró eletrônico dos anos 90 (defendida por bandas como Mastruz com Leite, Magníficos, Cavalo de Pau etc.) principalmente nos álbuns lançados na década de 2000.

A banda também é famosa pelas vozes masculinas agudas, algo que marcou o mundo do forró, pelas versões de sucessos do pop internacional e do rock, pelas letras sensuais e de duplo sentido, e também por utilizar estruturas grandes de palco com muitos efeitos visuais.

Ao longo dos anos, a Calcinha Preta sempre renovou seu quadro de cantores, o que gerou a identificação dos fãs com integrantes específicos ou formações inteiras em diferentes épocas. A banda já vendeu cerca de 12 milhões de cópias.

Ex-vocalistas

  • Luciana Linhares (1995)
  • Sidney Chuchu “In Memoriam” (1995-1998)
  • Alexandre Mello (1997-1998)
  • Márcia Glover (1997-1998)
  • Malba Matins (1997-2000)
  • Rogério Valença (1999-2000)
  • Marilda Silva (1998)
  • Vanessa Berq (2001)
  • Genifer Martins (1997-2002)
  • Amara Barros (2003)
  • Luciana Lessa (2004)
  • Berg Rabelo (2001-2004)
  • Berg Lima (2000 e 2007-2008)
  • Raied Neto (2000-2008)
  • Cláudio Livier (2008)
  • Mirella Vieira (2009)
  • Ramon Costa (2010-2011)
  • Simone Barreto (2013)
  • Leilane Mapa (2013)
  • Dennis Nogueira (2011-2014)
  • Jobson Mascarenhas (2011-2014)
  • Adriano Sill (2014-2015)
  • Marlus Viana(2004-2005, 2007-2010 e 2014-2016)
  • Michelle Menezes (2008–2009 e 2016)
  • Ana Gouveia (2009-2012 e 2016-2018)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.